Honda Civic atinge 300 mil unidades produzidas


Líder absoluto em sua categoria, sedã médio da marca inaugurou a linha de produção da fábrica de Sumaré (SP), em 1997

Considerado como um ícone do grupo em todo o mundo, o Honda Civic deu mais uma demonstração de sua credibilidade no mercado brasileiro. Recentemente, o sedã médio atingiu a expressiva marca de 300 mil unidades produzidas na fábrica da Honda Automóveis, em Sumaré (SP).

Líder absoluto em sua categoria, o modelo foi o primeiro carro importado pela empresa para o Brasil, em 1992. Cinco anos depois, com o início das atividades da fábrica de Sumaré (SP), o veículo inaugurou a linha de produção nacional. Desde então, o automóvel atraiu a atenção de milhares de consumidores, além de se tornar referência em inovação, tecnologia e economia. 

Exemplo desse cenário é a sua oitava geração, lançada no país no primeiro semestre de 2006 e que recebeu o nome de New Civic. Foi totalmente reformulada e estabeleceu novos conceitos para a indústria automobilística. Por isso, alcançou excelentes resultados dentro do setor. 

Encerrou 2007 com 47.761 unidades emplacadas. Em 2008, esse número deve ser superado. Somente no primeiro semestre deste ano, foram mais de 31 mil unidades vendidas. Além disso, no último mês de julho, a Honda viu mais um recorde de emplacamento do modelo, com a venda de 5.683 unidades. 

A boa aceitação é refletida também em prêmios recebidos por meio da imprensa especializada. O mais recente deles, “Melhores do Jornal do Carro”, foi conquistado na categoria sedã médio até 2.0l.

A oitava geração da família Civic apresentou ao consumidor um modelo com inspiração moderna, que teve origem em aprofundados estudos de design. Isso resultou numa estética diferenciada. Entre outros detalhes, desenvolveu o inédito painel em dois níveis para que o motorista interprete os dados com mais rapidez e sem desviar a atenção da pista.

O modelo é equipado ainda com motor i-VTEC 1.8l SOHC Flex, que produz 140 cv a 6.200 rpm, na utilização de álcool, e 138 cv também a 6.200 rpm, quando for apenas gasolina. No tópico segurança, além do sistema de airbag, traz em todas as versões freios a disco nas quatro rodas, ABS (Anti-lock Braking System), que evita o travamento das rodas, e EBD (Electronic Brake Distribution), que distribui a força de frenagem de maneira uniforme.