Cuidados com o carro que você deve ter todo mês


Um dos bens mais importantes é o nosso carro, mas para que ele nos auxilie no dia a dia da forma devida, é preciso estar atento a alguns itens de manutenção.

Não se trata apenas dos cuidados ao abastecer, para evitar que combustíveis adulterados prejudiquem o motor; ao guardar o veículo, preferindo vagas na sombra e em locais seguros; ou ao lavar, preocupando-se em retirar todos os resíduos de poeira sem arranhar a pintura do automóvel. Embora esses sejam os cuidados mais conhecidos, existem também outros aspectos do veículo aos quais você deve se atentar mensalmente.

Veja, a seguir, como cuidar do seu carro todo mês para que ele se mantenha em bom estado por mais tempo.

Freios

Aqui, o importante é dar uma checada, mensalmente, no líquido de freio. Caso perceba que ele vem baixando muito depressa, fique atento: isso pode indicar algum vazamento no sistema das bombas principal e auxiliar ou no próprio encanamento, o que exige reparação ou substituição de peças.

Se nenhum vazamento foi constatado, essa diminuição pode estar relacionada ao desgaste das pastilhas e discos. Nesse caso, não deixe de levar o seu veículo ao mecânico e peça-o para dar uma verificada no freio de estacionamento também.

Correias do motor

Elas estão em vários locais, seja no alternador, ventilador, direção hidráulica ou ar condicionado, e tendem a se desgastar rapidamente.

Fique de olho para conferir se não houve diminuição nas espessuras e surgimento rachaduras. Caso exista alguma avaria do tipo, substitua as correias imediatamente.

Pneus

Mais uma vez, no caso dos pneus a principal preocupação é com o desgaste:

  • observe e, se notar uma área mais gasta no centro da roda, é sinal de que a pressão ao calibrar é maior do que a indicada pelo fabricante;

  • se esse desgaste for maior nas laterais, pode indicar pressão abaixo do recomendado;

  • e caso o desgaste esteja em algum lado interno ou externo, desconfie de problemas de alinhamento da suspensão.

Calibrar na pressão ideal contribui para a economia de combustível e evita desgastes prematuros. Procure fazer a calibragem, com o veículo frio, no mínimo duas vezes por mês, e recorra ao manual para obter informações a respeito da pressão recomendada.

Além disso, não deixe também de tomar esses cuidados com o estepe, lembrando-se que a pressão recomendada para ele costuma ser maior.

Bateria

Caso a bateria possua tampas móveis, verifique se o nível da água está acima das células, que devem estar sempre submersas. Se os contatos da bateria apresentarem algum tipo de corrosão, faça a limpeza com uma escova de aço. Os cabos danificados devem ser substituídos imediatamente, assegurando-se de que estejam sempre bem presos aos contatos.

Óleo

Marque na sua agenda as datas e a quilometragem indicada para a troca. O manual do veículo indica de acordo com o seu modelo esses prazos, assim como o tipo de óleo que deverá ser utilizado.

No momento de trocar o óleo, peça também para que o mecânico verifique a direção hidráulica, lubrificação dos rolamentos, diferencial e transmissão. Lembre-se de que, quanto mais seu carro roda, mais frequentes são as trocas.

Radiador

Faça a inspeção visual a fim de detectar fugas ou irregularidades na superfície e nunca deixe de estar atento ao nível do líquido de arrefecimento, abastecendo caso necessário. Dê preferência pelo abastecimento com líquido de arrefecimento próprio, o que evita danos ao motor causados por impurezas. Mas atenção: caso tenha que abastecer o reservatório constantemente, é um sinal que pode existir um vazamento e nesse caso, leve ao seu mecânico de confiança para uma avaliação.

A verificação deverá ser feita com o motor frio, e a tampa do radiador deverá estar sem rachaduras e sempre limpa.

fonte: https://www.meuportoseguro.com.br/meu-carro/dicas-para-carro/cuidados-com-o-carro-que-voce-deve-ter-todo-mes/